sábado, 28 de fevereiro de 2015

Como manejar as aves durante a fase de produção



O controle do peso é fundamental para manter a uniformidade do lote e com isso alcançar um pico maior de produção

Como manejar as aves durante a fase de produção
Manejo pode influenciar diretamente na qualidade dos ovos

É extremamente importante que se mantenha um ambiente tranqüilo para as aves durante sua fase de produção, evitando trânsito intenso de pessoas e veículos próximos ao galpão. Nessa fase, elas já têm o corpo totalmente desenvolvido e estão começando sua vida produtiva, portanto, o silêncio é fundamental.

Alguns manejos e cuidados são indispensáveis. Um deles é pesar as galinhas semanalmente, até a 30ª semana de idade, para checar e controlar o desenvolvimento das aves. Segundo o professor Dr. Júlio Maria Ribeiro Pupa, coordenador técnico do curso Galinhas Poedeiras – Produção e Comercialização de Ovos, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “devemos pesar aves de várias gaiolas de cada fileira, totalizando aproximadamente 5% do lote. Essa medida deve ser suficiente para se ter uma ideia do desenvolvimento corporal de todas as aves.”

O professor Pupa também aconselha a efetuar um controle de moscas durante o período de produção. Para a realização dessa atividade, basta evitar que os ovos caiam e se depositem sobre o esterco. A aplicação de larvicidas sobre o adubo deve contar, em determinadas épocas, com a orientação de um técnico devidamente capacitado.

Os ovos quebrados podem ser depositados dentro de garrafas plásticas com pequenos furos e colocados perto do galpão para evitar as moscas. Essa é uma alternativa simples para o controle da praga, pois as moscas serão atraídas pelos ovos que estão na garrafa e não conseguirão sair. Além de funcionar muito bem, é uma opção barata e ecológica.

A saída do esterco deve acontecer quando há retirada do lote inteiro do galpão ou quando se realiza a muda forçada. Se o cone desse subproduto encostar na gaiola, ele deve ser removido antes da mudança do lote, para que não ocorra a contaminação das aves da gaiola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário